domingo, 6 de janeiro de 2013

The Ring - O Aviso (Koji Suzuki)

Na mesma noite e com diferença de poucos minutos, quatro jovens morrem em circunstâncias invulgares. A causa oficial é falência cardíaca súbita, mas os acontecimentos não batem certo com o diagnóstico e o mistério chama a atenção de um jornalista. Parente de uma das vítimas, Asakawa sente-se fascinado pelo mistério e, assim que se apercebe de que a sobrinha não foi a única vítima, decide ir em busca da história por detrás dos acontecimentos. A sua experiência passada diz-lhe que não deve associar a situação a elementos do oculto, mas o instinto diz-lhe o contrário. E, ao descobrir que as quatro vítimas estiveram juntas num mesmo lugar, onde viram um estranho vídeo uma semana antes de morrer, Asakawa começa a temer que o seu instinto esteja certo. Principalmente a partir do momento em que ele próprio vê o vídeo... e também ele passa a ter os dias contados.
De ritmo relativamente pausado, mas com um bom equilíbrio entre horror e mistério - sendo, curiosamente, este último o elemento predominante - este é um livro que cativa desde as primeiras páginas e que mantém a envolvência mesmo nos momentos mais descritivos. Ao partir do que aconteceu ao grupo de jovens na cabana, sem outras explicações que não o relato dos últimos momentos de dois deles, cria-se, desde logo, uma certa curiosidade e uma boa base para a tensão que, gradualmente, irá crescer com o desencadear das revelações. Além disso, a forma como a procura de respostas influencia a vida das personagens - principalmente a partir do momento em que há familiares envolvidos - reforça a urgência em resolver o mistério, conferindo à narração um ritmo mais intenso.
No que diz respeito ao desenvolvimento das personagens, este é feito na medida em que é relevante para o enredo, sendo central a sua evolução em consequência dos acontecimentos. Há, ainda assim, um passado comum a Ryuji e Asakawa, bem como algo de diferente na história pessoal de ambos, o que torna mais forte a improvável amizade entre ambos e que, realçado pelos diferentes pontos de vista que têm acerca do que está a acontecer, potencia o impacto dos momentos mais dramáticos.
Ainda que sejam Asakawa e Ryuji os protagonistas da busca pela explicação do mistério, o verdadeiro centro do enredo é Sadako. Acaba por ser, também, esta a personagem mais fascinante, já que tanto a sua relação com a origem do vídeo como as características que a tornam diferente e a forma como as suas capacidades e acções mudam a perspectiva que os protagonistas têm do mistério em mãos lhe conferem uma estranha complexidade, mudando também a perspectiva que o leitor tem da sua história.
Ficam, naturalmente, muitas questões em aberto, até porque o final dá a todos os acontecimentos do enredo uma nova perspectiva, enquanto elementos de algo maior que apenas começou. Do mistério de Sadako e da origem do vídeo, ainda assim, nada de essencial parece ter ficado por dizer e as novas possibilidades apresentadas pelo final despertam muita curiosidade em saber o que virá a seguir, prometendo ainda muito de bom para uma história já bastante intensa.
Sombrio e surpreendente, The Ring - O Aviso parte de um início relativamente pausado, crescendo em intensidade a cada nova revelação para culminar num final particularmente forte. Abre, assim, da melhor forma, uma história rica em mistério e com uma muito interessante explicação para os elementos de sobrenatural. Intenso e viciante... Muito bom.

3 comentários:

  1. Não consigo achar essa trilogia para comprar. Pode me indicar algum site?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Normalmente, compro na wook.pt, mas a indicação que surge no site é de que estarão esgotados.

      Eliminar