terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

O Número das Estrelas (Lois Lowry)

Dinamarca, 1943. Annemarie sabe que muita coisa mudou desde que os soldados chegaram, mas continua a dividir a vida entre a casa e a escola, na companhia da amiga, Ellen. Mas tudo muda com a chegada da notícia de que os soldados nazis se preparam para "transferir" os judeus. Annemarie e a família recebem Ellen na sua casa, dizendo aos soldados que é também um membro da família. Mas essa é apenas uma solução temporária e a única forma de ajudar os Rosen é encontrar uma maneira de os tirar da Dinamarca. E, nesse esforço, até a coragem de alguém tão jovem como Annemarie pode vir a ser fundamental.
Escrito para um público jovem e centrado também na coragem dos mais jovens, este é um livro que consegue, em toda a sua simplicidade, marcar, acima de tudo, pela força da mensagem que transmite. Ao falar da coragem dos membros da Resistência, mas também de todos aqueles que, de forma mais discreta, tiveram alguma intervenção na fuga dos judeus da Dinamarca, a autora mostra-nos uma imagem de força e de solidariedade nos mais terríveis dos tempos e isso nunca poder ser menos que memorável. Além disso, há algo de muito cativante numa história que, tendo uma protagonista tão jovem, nos mostra que também a coragem não tem idade.
É um livro relativamente breve e também por isso não há um grande desenvolvimento a nível do contexto histórico. Mas, se é certo que fica uma certa curiosidade em saber mais sobre esse aspecto, também é verdade que não é essencial ao desenvolvimento da história. A base de contexto está lá e é claríssima. Quanto ao resto, e tendo em conta o público a que se destina, a relativa simplicidade até acaba por fazer mais sentido, pois realça o essencial.
E se é, de facto, a mensagem o que fica, acima de tudo, na memória, importa, ainda assim, dizer que nem só da mensagem vive a história. Vive também de uma escrita fluída e envolvente, que reflecte na perfeição os pensamentos e emoções das personagens. De um enredo em que tudo é relevante, contribuindo para manter sempre viva a vontade de saber o que se segue. E em que a mensagem é passada mais pelo exemplo do que por palavras, o que lhe confere um maior impacto.
História de coragem inocente, ou da força necessária para fazer o que está certo, este é, pois, um livro que, apesar da relativa simplicidade, tem tudo o que é preciso para proporcionar uma leitura memorável. E que tem, em tudo isso - mensagem forte, personagens corajosas, escrita cativante -,  mais do que o suficiente para fazer com que valha a pena lê-lo. 

Título: O Número das Estrelas
Autora: Lois Lowry
Origem: Recebido para crítica

1 comentário: