quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Divulgação: Novidade Marcador

As origens do homem moderno são assim tão recentes? A teoria da evolução é assim tão cientificamente documentada e inatacável?
Uma interpretação arqueológica recente de dois investigadores demonstra o contrário.
Ao longo dos últimos dois séculos investigadores descobriram ossos e artefactos indicando que seres como nós existiram na Terra há milhões de anos e não há 100 mil como acreditamos. Mas a ciência convencional parece ter eliminado, ignorado ou esquecido esses factos notáveis.
Este livro bombástico traz à tona descobertas que contrariam a crença dominante sobre a antiguidade e a evolução do Homem.
Reunindo um número significativo de factos convincentes iluminados com a sua análise crítica, Cremo e Thompson desafiam-nos a repensar a nossa compreensão sobre as origens, a identidade e o destino da humanidade.

Michael A. Cremo é um pesquisador associado do Instituto Bhaktivedanta, especializado em história e filosofia da ciência. As suas investigações persistentes durante os oito anos de escrita do livro Forbidden Archeology documentaram um grande encobrimento científico.
Richard L. Thompson (1947-2008), membro fundador do Instituto Bhaktivedanta, doutorado em Matemática pela Universidade de Cornell.

Para mais informações, consulte o site da Marcador Editora aqui.

Sem comentários:

Publicar um comentário