quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Bowie - Uma Biografia (María Hesse e Fran Ruiz)

Visto por muitos como um verdadeiro camaleão da música, Bowie ficou na memória musical das pessoas não só pela diversidade de estilos e pelo brilhantismo da sua música, mas também pelas peculiares personagens que construiu para si mesmo. E, independente de um maior ou menor apreço pela sua música, dependente sempre do gosto pessoal de cada um, uma coisa é certa: vale sempre a pena conhecer a história de alguém com um legado tão grande. É essa a história que este livro pretende dar a conhecer, de forma simultaneamente simples e quase onírica, e centrada sempre no que é realmente essencial.
Provavelmente o aspecto mais cativante desta biografia, e o que mais contribui para a tornar única, é a forma como os autores se debruçam sobre certos aspectos da vida do seu protagonista colorindo-os de uma forma quase fantasiada, como que ecoando as ideias do próprio artista. É o que acontece com a presença de Z, o primeiro amigo, com a manifestação da estrela cadente e até com a sombra da fase final. E o mais interessante de tudo é que isto não retira realismo à biografia, pois os factos essenciais continuam bem presentes. O que faz é acrescentar uma certa magia... um pouco à semelhança da música, talvez.
Também as ilustrações contribuem para esta diferença, pois reforçam a aura de mistério que envolve esta história. Porque a verdade é que se lê como uma história, como um quase romance. O que acontece é que, algures no equilíbrio entre a fluidez do texto, o fascínio das ilustrações e o delicado equilíbrio entre os elementos reais e de fantasia, o Bowie real torna-se Bowie personagem sem nunca perder nada do seu realismo. 
É uma biografia que se lê como ficção: simples quanto baste, mas com toda a informação necessária; centrada nos factos, mas com laivos de fantasia a conferir-lhe um novo colorido; e trocando as habituais fotografias por um conjunto de ilustrações onde é fácil reconhecer elementos reais, mas também novos aspectos que tornam tudo diferente.
Biografia com laivos de fantasia, cingida ao essencial, mas a um essencial vastíssimo, e com uma fascinante mistura de escuridão e beleza: eis, pois, o cerne deste belíssimo livro. Leve, mas completo e fascinante, uma obra ideal para lembrar ou descobrir Bowie em todas as suas muitas e estranhas facetas.

Autores: María Hesse e Fran Ruiz
Origem: Recebido para crítica

Sem comentários:

Publicar um comentário